Desafio Criativos da Escola 2020: região Nordeste é destaque com 22 grupos premiados
Publicidade


Por: Diário da Manhã, Publicado em: domingo, 13 de dezembro de 2020

Entre destaques, está a proposta de estudantes de Cabrobó (CE), para ajudar alunos com dificuldades no ensino remoto durante a pandemia
 

Depois de três meses de uma jornada de missões, o Criativos da Escola, programa do Instituto Alana, apresenta os grupos premiados no Desafio 2020. Por conta da pandemia, a 6ª edição do Desafio Criativos da Escola foi adaptada para que os estudantes pudessem participar de missões, individuais e coletivas, à distância. Por conta do novo formato, o Desafio ampliou a quantidade de projetos premiados para 50 e, desses, 22 são da região nordeste.
 

Uma das ações premiadas foi o projeto "Interativos: Dicas de Estudo", elaborado por estudantes da Escola de Referência em Ensino Médio José Caldas Cavalcanti, localizada em Cabrobó (PE). Preocupados com o desenvolvimento das aulas remotas, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o grupo pretende criar uma página no Instagram para estimular o desenvolvimento da aprendizagem entre os colegas que, desmotivados por não conseguirem entender os conteúdos, estão com dificuldades nas atividades escolares.
 

Os estudantes também notaram que a falta de acesso a internet de qualidade e a equipamentos para a realização das aulas tem colaborado para o cenário de desânimo com a escola. Por isso, além dos conteúdos, o perfil vai buscar engajamento e interação com os jovens para que se sintam motivados e inspirados para aprender.
 

A lista completa com os 50 projetos premiados no Desafio Criativos da Escola 2020 está disponível aqui .
 

Conheça as demais ações premiadas do nordeste do Brasil!
 

Alagoas
 

News Podcast: produtora de conteúdos, da Escola Estadual Graciliano Ramos, em Palmeiras dos Índios (AL)

Ação proposta por estudantes do ensino médio visa produzir e divulgar podcasts com diversos conteúdos informativos e formativos.
 

Placas em Braille Sustentáveis, da Escola SESI Industrial Abelardo Lopes, em Maceió (AL)

Estudantes criam plano implantar placas sustentáveis em Braille na cidade. O material será produzido a partir de canos PVC e placas de PP reutilizados nas instituições públicas e privadas.
 

Bahia
 

A (in)visibilidade da mulher na política do Alto Sertão da Bahia, da Escola Municipal em Tempo Integral Miguel Mirante, em Brumado (BA)

Ao notarem a desigualdade entre homens e mulheres na disputa eleitoral de 2020, estudantes criam plano para produzir conteúdos audiovisuais e também materiais didáticos sobre a história e a realidade da mulher na política.
 

Chama Preta, do Colégio Estadual do Rio do Antônio, em Rio do Antonio (BA)

Ação visa refletir sobre o racismo na sociedade. A partir de pesquisas e de lives, será feito um recorte sobre a relação do negro e o mundo do trabalho.
 

Exploradores do Amanhã, do Centro Territorial de Educação Profissional do Sertão Produtivo, em Caetité (BA)

Plano para desenvolver modelo de barracas para a feira livre do município, que é importante patrimônio histórico, cultural e social. As novas estruturas pretendem por fim na desorganização das barracas e no descarte inadequado do lixo.
 

Mentes Brilhantes, do Colégio Estadual Bolivar Santana, em Salvador (BA)

Projeto pretende estabelecer a interação entre a escola e a comunidade por meio de cursos gratuitos voltados à arte e à cultura.
 

Paper Clean, do Colégio Estadual Pedro Calmona, em Amargosa (BA)

Visa desenvolver um dispositivo para desinfectar folhas de papel, diminuindo, assim, o risco de propagação de vírus e de diversos outros patógenos.
 

Raízes do meu sertão, da Escola Municipal Maria Dias Trindade, em Paripiranga (BA)

Alunos querem acabar com a evasão escolar e fazer do ambiente um lugar atrativo para os jovens. A ideia é promover atividades que despertem o sentimento de pertencimento dos estudantes.
 

Ceará
 

Ágora, da Escola de Ensino Médio Governador Adauto Bezerra, em Fortaleza (CE)

Por meio de ações criativas, estudantes querem desenvolver uma visão mais ampla e abrangente sobre a vida, nos âmbitos profissional e pessoal, por exemplo..
 

Alpha Centauri, do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros, em Fortaleza (CE)

Plano quer desenvolver máscaras de proteção com nanopartículas de prata capazes de matar bactérias e, também, o vírus da Covid-19.
 

EMA Gerency, da Escola Estadual de Ensino Profissional Otília Correia Saraiva, em Barbalha (CE)

Estudantes querem produzir um aplicativo para que os usuários recebam informações sobre gastos de água e energia elétrica em tempo real, e também, tenham dicas de consumo sustentável de recursos.
 

Reciclando Práticas, do Colégio da Polícia Militar Cel. Hervano Macedo Júnior, em Juazeiro do Norte (CE)

Orientar estudantes para a coleta seletiva de óleo, pilhas e eletrônicos, destinando-os ao lugar de descarte correto, e, assim, auxiliar o trabalho dos catadores de lixo.
 

Trilharte, da Escola de Ensino Fundamental e Médio Menezes Pimentel, em Potengi (CE)

Transformar a realidade dos alunos por meio da arte, estimulando o desenvolvimento artístico crítico.
 

Maranhão
 

Desbravadoras de Ideias Desconhecidas, do Centro Educacional Antonio Sirleyde Arruda Lima, em Formosa da Serra (MA)

O grupo pretende realizar ações para reavivar a cultura local, estimulando os estudantes a se conectarem com suas habilidades e gerar um gosto pela escola e seu ambiente, por meio de atividades extracurriculares como pintura, dança, culinária e outras.
 

Empreenda, do Instituto Estadual De Educação Ciência e Tecnologia, em Bacabeira (MA)

Ação para apoiar e promover as práticas empreendedoras femininas na região. Por conta da pandemia, muitas alunas tiveram que buscar formas de complementar a renda da família.
 

Pernambuco
 

A Voz do Estudante, da Escola de Referência em Ensino Médio Frei Orlando, em Itambé (PE)

Pretende despertar o protagonismo nos estudantes por meio de palestras em escolas e centros comunitários, além de reativar o Grêmio Estudantil.
 

IECQ: Interação etnobotânica na comunidade quilombola de Conceição das Crioulas, da Escola de Referência em Ensino Médio Aura Sampaio Parente Muniz, em Salgueiro (PE)

Expor a importância dos conhecimentos da medicina popular da comunidade quilombola, por meio da tecnologia digital e de ferramentas como jogos educativos.
 

Iniciação científica em plano virtual: Uma ação para salvar vidas, da Escola de Referência de Ensino Médio, em Ipojuca (PE)

Desenvolver defensivos orgânicos a base de plantas medicinais para combater doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.
 

Música sustentável, da Escola Técnica Estadual Ministro Fernando Lyra, em Caruaru (PE)

Ação busca conciliar o ambiente escolar e a cultura regional de Caruaru levando aulas e tutoriais online por meio do Instagram, sobre como fazer e tocar instrumentos.
 

Sergipe
 

Beijei! E agora?! - Caminhos para o empoderamento feminino, do Colégio Estadual Dom Juvêncio de Britto, em Canindé de São Francisco (SE)

Buscando contribuir para a prevenção de problemas de saúde pública, ação tem como objetivo a orientação sexual, além de abrir espaço para discussões sobre temas tabus, mitos e preconceitos, utilizando-se das mídias sociais.
 

Sobre o Instituto Alana

Instituto Alana é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância. Criado em 1994, é mantido pelos rendimentos de um fundo patrimonial desde 2013. Tem como missão "honrar a criança".


Publicidade

Comentários

Os comentários abaixo não representam a opinião do Diario da Manhã; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Qual sua opinião?
Você precisa estar logado para comentar! Clique aqui para Login




Publicidade



Leia também


PUBLICAÇÕES PARTICULARES

DM Impresso